Avenged Sevenfold pretende deixar seu legado

 Em matéria feita pelo site The Morning Sun (confira clicando no nome do site ao lado), Zacky Vengeance falou um pouco sobre o futuro da banda depois do lançamento do novo álbum Hail to the King, números de vendas, o legado que a banda está trabalhando e pretende deixar fazendo discos cada vez mais orientados, sobre a banda querer alcançar novos públicos, sobre ter que aprender a escrever sem a ajuda de The Rev, nova turnê e mais :

 Zacky Vengeance : “Quando se trata de números , eu gosto da afirmação para todos os tipos de rock e metal” […] “Para qualquer banda que pega um violão e tocar na frente de cinco pessoas, está fazendo uma apresentação. Ele está dizendo que a criança que está pegando uma guitarra ainda tem uma chance de tirar uns dias a mais . Ele ainda tem uma chance.” […] “Então, toda vez que fazemos um álbum , nós estamos mantendo uma oportunidade de manter o mesmo sonho vivo que começou quando os Beatles escreveram” Helter Skelter ‘, sabe?”

Sobre a banda não ter mais a ajuda de The Rev nas composições, e ter que aprender a escrever por conta própria (que Zacky afirmou que ter que aprender a escrever foi um pesadelo em entrevista recente para uma rádio), ele declarou :

 Zacky Vengeance : “Tivemos três anos contínuos para descobrir o que diabos iríamos fazer , mas ainda temíamos o momento, o dia em que estaríamos no estúdio sem ele” […] “Mas tínhamos fé o suficiente em nós mesmos para perceber que eramos capazes de fazer isso. Nós apenas tivemos que colocar um pouco mais de peso em cada um dos nossos ombros, mas que realmente nos sentimos confiantes nas habilidades de cada um. Nós nunca dependemos de um membro do Avenged. Estamos sempre em unidade.”

Sobre a abordagem do novo álbum da banda Hail to the King, que apesar das críticas foi muito bem recebido pelo público chegando a primeira colocação do Billboard 200 na primeira semana de vendas, Zacky Vengeance falou :

 Zacky Vengeance : “Nós tomamos uma abordagem consciente para tentar escrever de uma forma mais direta, ” […] “Assim , por natureza, estamos sempre cheios de muitas ideias e queremos colocar muitas ideias em quantas canções pudermos, e eu acho que isso nos deu muito do nosso som característico. Mas , que olhando para trás , poderia ser um pouco sinuoso , sabe?” […] “Neste ponto da nossa carreira nós compartilhamos tantas etapas em todo o mundo e visto bandas como Iron Maiden e Metallica em todas as noites e ver como cada pessoa em suas multidões conhece cada palavra e cantar, e era aí que nós queríamos chegar . Queríamos escrever o tipo de música que realmente pode atravessar todas as barreiras de linguagem, quaisquer fronteiras e ressoar com fãs ao redor do mundo.” […] “Para nós, para marcar de novo e ser um pouco mais simples, o apelo ao ‘cantar junto’ foi um desafio, ” […] “A fim de fazer isso tivemos que jogar fora um monte de coisas. Nós meio que escrevemos este álbum com a regra de que, se um riff de guitarra não pode ficar sozinho, sem a adição de um riff com harmonia dupla ou qualquer outra coisa , então ele não era um riff bom o suficiente. Então, desta vez , em vez de adicionar camadas, queríamos realmente retirar as camadas.”

Sobre a nova turnê americana da banda Hail to the King, que segue até o final do ano ao lado de bandas como Ghost, Deftones, Fight or Flight e Device,  e a banda declarou ser uma de suas maiores turnês entre todas, Zacky Vengeance falou :

 Zacky Vengeance : “(O show) é definitivamente um espetáculo para ser visto” […]” Nós apenas queremos fazer o que precisamos fazer como uma banda de metal para nos ajudar a viver. E se isso está gastando mais dinheiro e colocando em um show maior, de modo que quando uma pessoa vem para ver seu primeiro concerto e não há nenhum outro estilo de música que pode cobri-lo , isso é o que fazemos. Este gênero , metal, tem uma reputação para os melhores shows ao vivo , e é isso que queremos viver e ajudar a manter construído.” […] “Quero que os meus bisnetos estejam em shows usando camisetas do Metallica, levantando os dois dedos do meio no ar da maneira que nós fizemos quando éramos crianças. É por isso que nós estamos aqui.”

Em entrevista ao The Pulse Of Radio, M Shadows também falou sobre o futuro, e o legado que  a banda pretende deixar na história da música :

M Shadows : “Nós não estamos escrevendo um disco por dinheiro ou para sair em turnê novamente” […] “Estamos escrevendo um disco para o nosso legado . Tipo, queremos colocar para fora apenas bons discos, e queremos ter o nosso tempo com eles e ter certeza que é a melhor coisa que nos representa neste momento. E assim, muitas das vezes nos sentamos lá e conversamos, tipo, nós não queremos que seja carregado, nós não queremos isso, precisamos obter esse disco cada vez mais forte e melhor”

a7x


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s