Concert Confissions : Review da apresentação em Oklahoma, OK

Na noite dessa Quarta (23), o Avenged Sevenfold se apresentou no Chesapeake Energy Arena no Oklahoma, OK. O site Concert Confessions, fez um pequeno review da apresentação, e você pode conferir traduzido de baixo : 

Concert Confessions : “Todo mundo tem uma opinião sobre o Avenged Sevenfold. Muitas pessoas odeiam eles, dizendo que querem ser estrelas de rock. No outro extremo do espectro, você tem os fãs da banda, comprando todos os lançamentos da banda , incluindo o seu mais recente álbum Hail to the King, que recentemente superou Top 100 da Billboard. Em turnê para esse disco, o Avenged Sevenfold parou na cidade de Oklahoma no Chesapeake Energy Arena na noite passada trazendo Deftones e Ghost como apoio. Certamente uma das , as três bandas tocaram para uma multidão pequena, mas extremamente apaixonada.

Image

Após o Deftones terminar sua apresentação, a antecipação da multidão para o Avenged Sevenfold parecia chegar a um ponto de ruptura. Pouco tempo depois, o fogo espalhou no palco enquanto os integrantes da banda tomavam seus lugares no palco. Na abertura com ‘Shepherd of Fire‘, a banda esquentou a arena – literalmente – com quantidades insanas de fogo aparentemente vindos de todas as direções no palco. ‘Critical Acclaim‘ logo depois, fez o vocalista M. Shadows rosnar nos riffs de guitarra típicos acontecendo atrás dele. O guitarristas Zacky Vengeance e Synester Gates, fezeram seu primeiro de muitos solos de guitarra dupla da noite durante a música, tocando tons que lembram Judas Priest, enquanto a multidão balançava os punhos em respostas. A música da banda pode vir transversalmente como inautêntica para alguns, mas para os milhares de rostos sorridentes no show da noite passada, é claro que eles tem uma conexão com um grande número de pessoas.

No palco da banda, uma enorme fachada de castelo com um rei esqueleto gigante centrada atrás da bateria, servindo como um grande pano de fundo para todo o fogo e espetáculo acontecendo na frente. M Shadows e os dois guitarristas tinha seus próprios mini-palcos na frente do palco, para subir a qualquer hora que eles queriam. Haviam tantos solos tocados em quase todas as músicas que, para cada vocal puxado presente durante o show, eu diria que haviam cerca de 12 solos de guitarra. Era um pouco excessivo, mas ambos os guitarristas são mais do que eficiente para que eles nunca fossem dolorosos.
A banda soava no seu melhor quando as coisas eram rápidas e tinha uma nítida vantagem – quando abrandou o show para uma emocionante homenagem ao seu falecido baterista The Rev, as coisas ficaram um pouco ásperas.

O resto da noite foi sólida, com performances de ‘Nightmare’, ‘Afterlife’ e ‘Bat Country‘. Shadows agradeceu ao público por ter saído em uma noite de quarta-feira antes de deixar o palco. Depois de alguns minutos de gritos de “Sevenfold” saídos da platéia, a banda voltou para um rápido bis de duas músicas, completando seu set com o ‘Chapter Four‘ e ‘Unholy Confessions’. Somando tudo, não foi um show ruim.

Embora essas três bandas tenham muito pouco em comum, pelo menos de todas as fãs, cada banda entregou de sua própria maneira original. A julgar pelo tamanho da multidão, não é claro que qualquer dessas bandas tenham a receita para lotar casas de shows, mas era óbvio que as pessoas que foram tiveram um grande momento.”

Image


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s