Arin Ilejay conversou com o Journal de Quebec

Arin Ilejay conversou por telefone com o Journal de Quebec, um pouco antes de entrar no palco para se apresentar na cidade de Hershey (Pensilvânia), e respondeu questões como o que ele faz para sobreviver aos ritmos quase insanos das turnês, sobre planejar contribuir mais para os próximos álbuns da banda, sobre sua opinião em ter se tornado um membro oficial do Avenged Sevenfold e mais. A banda faz 2 shows no estado a próxima semana com a Shepherd of Fire Tour :

Le Journal de Quebec : “Arin Ilejay tem dificuldade em perceber o que está acontecendo. Após a turnê com saída de Mike Portnoy, o músico se tornou aos 26 anos, um membro oficial do Avenged Sevenfold no verão passado.

“É fantástico e é uma oportunidade incrível entrar em um grupo já estabelecido. Isso é algo que não acontece muitas vezes. É uma loucura” , ele nos contou algumas horas antes de entrar no palco em Hershey, Pensilvânia.

Arin Ilejay disse que nunca se sentiu melhor em um grupo. “Esses caras são fantásticos. Somos como uma família “, citou .

O quinteto californiano que consiste no vocalista M. Shadows , os guitarristas Synyster Gates e Zacky Vengeance, o baixista Johnny Christ e Arin Ilejay, vai visitar Quebec segunda-feira no Pepsi Coliseum, com participação de Adrenaline Mob e Hellyeah .

[…]

A turnê começou no verão passado e terminará em 17 de agosto, no Japão.

Arin Ilejay sobrevive sem muitos problemas ao ritmo quase insano.

“É muito difícil, com shows em horários variáveis ​​tem uma rotina para descanso. Também devemos evitar excessos após os shows. Eu bebo muita água e, é a única coisa que eu preciso”, ele disse durante uma entrevista por telefone.

Avenged Sevenfold vai tocar em Quebec com a turnê Shepherd of Fire, a maior de sua jovem história.

“Está ficando cada vez maior e nosso objetivo é sempre superar o que fizemos durante a última turnê. Ela está indo muito bem e a resposta dos fãs é incrível”, disse o baterista da Califórnia.

[…]

Com todos esses shows, desde o lançamento do álbum Hail to the King, o Avenged Sevenfold realmente não tem tempo para escrever um novo material.

“Colocamos toda a nossa energia para tocar as músicas do nosso novo álbum. Edições são feitas, mudamos algumas coisas e colocamos nossos corações lá. Vamos trabalhar em novas músicas quando a turnê acabar”, disse ele.

Arin Ilejay é consciente, embora ele tenha participado da gravação do Hail to the King, ele pode contribuir ainda mais para o próximo.

“Eu estava por perto, mas eu não era um membro oficial do  Avenged Sevenfold ainda. Eu era como um observador. Era para mim, como um período de aprendizado. Vai ser diferente quando voltamos para o estúdio “, disse ele.”

Fonte : Le Journal de Quebec

Image

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s