Entrevista com M Shadows na nova edição da Revolver Magazine

M Shadows é capa da nova edição de Julho na revista Revolver Magazine, que cobre a vinda do festival Mayhem Fest 2014 trazendo o Avenged Sevenfold como uma de suas headliners. A Revolver disponibilizou um pequeno trecho da entrevista incluida na revista, onde Shadows contou sobre a diferença entre se preparar para o Mayhem e outros festivais, quais músicas a banda planeja colocar no setlist e mais :

“As coisas estão bem”, disse M Shadows a Revolver de sua casa em Huntington Beach, Califórnia. “Me levantei cedo com meu filho, e estou tendo uma manhã incrível correndo com ele”

 O líder do Avenged Sevenfold aproveita melhor a vida doméstica, enquanto pode, já que ele e sua banda estão prestes a embarcar em cinco semanas como headliners no Rockstar Energy Drink  Mayhem Festival deste verão. Mas antes que ele fosse sair da cidade, Shadows felizmente nos deu detalhe sobre os eventuais riscos de tocar em grandes turnês de verão e o caos que ele pode trazer.

Se preparar para Mayhem (festival) é diferente de se preparar para as habituais turnês que o Avenged é headline?
M. Shadows : “É raro, porque quando você faz uma turnê Mayhem ou Uproar, você não consegue fazer o seu setlist completo de 16-18 canções como atração principal. Então eu acho que a nossa maior preocupação agora é descobrir o que vamos tocar, e como podemos modificá-lo a cada noites. Haverá um pouco de tudo: Se nós estamos tocando coisas do Waking the Fallen, talvez nós vamos tocar “Chapter Four” e “Second Heartbeat” uma noite, e na noite seguinte, vamos tocar ” Eternal Rest ” e ” Unholy Confessions”. Do City of Evil, vamos trazer alguns dos cortes mais profundos em lá, para que as pessoas não tenham que ouvir “Bat Country” todo o tempo. [Risos] Uma das nossas maiores preocupações é garantir que todo mundo esteja feliz. Isso pode não acontecer, mas vamos fazer o nosso melhor.”

Vocês estarão incluindo músicas do seu mais recente álbum, Hail to the King, também?
M Shadows : “Sim! Nos Estados Unidos, fizemos uma turnê em cima desse disco, por isso não tive tempo para realmente afundar-se no mercado – que normalmente leva metade de um ano, pelo menos, antes que as pessoas realmente saibam todas as músicas. Há músicas no ‘Hail to the King’ que foram feitas para tocar ao vivo, e acho que elas vão se sair muito bem no Mayhem.”

Créditos : A7XES

RVR_2014.06Mayhem_1024x1024

 

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s