O Avenged Sevenfold conversou com o The Press-Enterprise : “Vamos nos tornar a banda que resistiu ao teste do tempo”

M Shadows, Synyster Gates e Johnny Christ foram entrevistados recentemente pelo portal The Press-Enterprise, para falar sobre sua evolução com disco Hail to the King atingindo o status de headlines de grandes festivais americanos como o Mayhem Festival, que acontece nesse fim de semana. Na entrevista os integrantes falam sobre  a sonoridade que queriam atingir e sobre estar conseguindo passar pelo “teste do tempo”, sendo uma das banda da Orange Country de sua época que se mantém firme até os dias de hoje :

“Quinze anos após sua formação, o Avenged Sevenfold está prestes a receber o que é sem dúvida a maior honra que uma banda de heavy metal pode atingir nos EUA – ser atração principal no Rockstar Energy Drink Mayhem Festival.

A turnê de shows de heavy metal, que também dispõe de Korn, Asking Alexandria, the Inland Empire’s, Suicide Silence e outros, começa seu ataque anual de guitarras no San Manuel Amphitheater em Devore, no sábado.

Para o Avenged Sevenfold, que inclui o vocalista M. Shadows, o baixista Johnny Christ, o novo baterista Arin Ilejay e os guitarristas Synyster Gates e Zacky Vengeance, o festival é uma coroação ao “Hail to the King” de 2013, um pesado álbum que é o maior lançamento sonoro da banda de Huntington Beach.

Gates e Sombras passaram muito tempo em suas casas ouvindo uma variedade de música de rock, indo de volta para ao básico e artistas que muitos são de suas listas de heróis como influências. Eles quebraram tantas faixas como podiam, e Gates lembra ter longas discussões filosóficas sobre AC/DC e Rolling Stones.

A ideia, segundo eles, era tornar tudo de volta ao simplificado, cortar muitos dos duelos de guitarra, e backing vocals no estilo de Queen estilo.

“Foi emocionante voltar a sela e ter certeza que ainda poderíamos fazer isso”, diz Gates. “Nós tínhamos uma visão muito clara do que queríamos fazer com este disco, (mais) do que tivemos com qualquer outro disco antes.”

“Foi tudo tão simples,” Shadows continua. “Mas se você adicionar um riff ruim ou apenas uma pequena nota ruim, ele se destrói completamente. Esses caras (AC/DC e Stones) são gênios no que fazem, porque a maioria das bandas não conseguem se conter – e acabam estragando tudo. Assim fizemos um grande esforço para não estraga-lo”

No sul da Califórnia, o Avenged Sevenfold tinha sido uma força nascente conhecida desde o início da década passada, se destacando entre uma série de outros atos pesados ​​baseados da Orange County que agora estão hibernando ou extintos: Atreyu, Bleeding Through, Thrice, Eighteen Visions.

“Temos sorte de ter grandes fãs que estiveram conosco, não deixaram de ser e ter experimentado coisas novas”, Johnny Christ acrescenta. “É uma viagem agora que outras bandas estejam nos admirando. Na minha mente, eu ainda tenho 18 anos tentando imitar o Pantera no meu quarto.” […] “Mas estamos começando a chegar a área do “teste do tempo”. Felizmente, nós vamos passar por isso e nos tornar a banda que resistiu ao teste do tempo. Agora estamos apenas aqui, enquanto ainda somos jovens”

Fonte : The Press-Enterprise

max1378657876-back-cover


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s