M Shadows conversou com o portal The Nation

mshadows

Em recente entrevista ao portal tailandês The Nation, M Shadows falou sobre o sentimento de voltar a Bangkok após dois anos, sua opinião sobre a constante evolução no som da banda, a aproximação da banda com os fãs, sua maior experiência com os fãs e a direção que ele vê para o som do Avenged Sevenfold no futuro:

Como se sente em voltar a Bangkok novamente? Seu último show aqui foi há dois anos!
M Shadows : É uma sensação boa, cara. A última vez foi um estouro. Nós estivemos um bom tempo em toda a Ásia, mas Bangkok em particular. Eu amei a comida, amei as pessoas.
É um prazer para nós entrar na outra parte do mundo, porque muitas das vezes nossa turnê é constantemente pela Europa e América.

Nos conte sobre a evolução do seu som.
M Shadows : Tem sido uma jornada para nos tornarmos compositores melhores. Nós somos uma das bandas que nunca está satisfeita com os últimos resultados. Nós sempre queremos lutar por algo diferente a cada vez que lançamos um disco.
 O “Sounding the Seventh Trumpet” soava como um bando de garotos com guitarra na classe correndo riscos juntos, com muita energia e angústia adolescente. Para o “City of Evil” estávamos recebendo um pouco mais de loucura e queríamos mostrar mais intensidade. E para o white album (“Avenged Sevenfold”) queríamos produzir e mixar algo com mais groove e sentimento.
 Para “Nightmare”, que foi quando perdemos Jimmy, nós só queríamos incorporar tudo o que nos trouxemos até esse ponto. É como quando vamos para o bar e vamos para o jukebox, você quer escolher grandes hinos do rock. É por isso que eu gosto de estar nessa banda, porque nós nunca tentamos nos repetir.
 Então, eu vou dizer que mudamos muito desde o primeiro álbum, mas tenha em mente que nós queremos tentar e fazer algo diferente, ao invés de fazer uma coisa comum.

Você já incorporou vários elementos do rock em sua música ao longo da carreira. Que direção você prevê para o futuro?
M Shadows : Para ser honesto, isso pode ser muito vago para responder. Agora, a forma como a indústria está – com streamings e downloads legais e ilegais – não há nenhuma pressão sobre nós para fazer nada além do que queremos fazer.
 Nós não vamos tentar fazer algo que tenhamos que provar a nós mesmos que podemos fazer. Nós fizemos isso e conseguimos. Agora é como se estivéssemos sempre no oposto do que fizemos anteriormente. Por isso, queremos fazer muitas “músicas do Avenged Sevenfold” que não soem como qualquer outra coisa que já fizemos.

Por que o fã site Deathbat News encerrou no mês passado?
M Shadows : “O Deathbat News não era dirigido por nós, mas por uma garota que dirigiu ele por sete anos. Honestamente, as pessoas estão recebendo as notícias de outra maneira agora. Eles conseguem isso em doses mais rápidas, como o Twitter, Instagram e outros sites que levam partes de entrevistas de seu site para que as pessoas possam escaneá-las rapidamente.
 Ela estava irritada que suas notícias estavam sendo roubadas de seu site, mas também porque as pessoas simplesmente não tiravam tempo para ler os artigos. Então, ela me chamou e me disse que estava desistindo.
 Nós deixamos ela fazer as suas coisas e ela fez um grande trabalho, mas agora temos um vazio a preencher, o que nós estamos trabalhando agora, e nós vamos ter alguma coisa que sairá no próximo ano.”

Vocês ganharam um prêmio em 2012 como “a banda com os fãs mais dedicados”. O quão perto vocês estão dos fãs?
M Shadows : Eu acho que nos aproximamos através da música. Nós tentamos fazer coisas que achamos que vai animá-los.
 Nós sempre costumamos dizer que fazemos a música para nós mesmos em primeiro lugar e que não estamos interessados no que qualquer um pensa do que devemos fazer, e eu acho que todas as minhas bandas favoritas tem feito isso. Mas, em termos de chegar lá e fazer os shows, nós sempre apreciamos os nossos fãs.
 Nossas atitudes mudaram. Agora é tudo para os fãs. As bandas do punk e as bandas de hardcore são todas para os fãs. Isso é o que aprendemos e o que tentamos alcançar.

Qual foi sua melhor experiência com fã até agora?
M Shadows : Eu diria que foi em Montreal, no primeiro show após o Rev falecer. E todos nós vimos luzes para Jimmy e o lugar estava lotado. E todos nós sabíamos que os fãs tinham saído para mostrar amor, apoio e simpatia.
 Nós sabíamos que tudo ia ficar bem. Foi muito bonito.

Que tal uma palavra para os fãs tailandeses?
M Shadows : Eu não sou realmente bom em me vender, mas eu diria que nós estamos indo tocar um set bom, grande e longo. Nós não conseguimos ir lá tanto quanto nós gostaríamos, por isso vai ser uma grande celebração da música, e nós estamos prontos para trazer isso depois de quatro meses. Temos recarregado nossas baterias para sermos capazes detonar.
 Na primeira vez que estivemos em Bangkok, haviam muitos problemas técnicos. A segunda vez que tivemos foi um estouro, mas eu sinto que esta terceira vez é a redenção para a primeiro vez. Queremos compensar isso.
 Estamos contentes dos fãs terem ficado com a gente e nós estamos querendo uma grande e longa noite de rock and roll e heavy metal. Gostaríamos de agradecer a todos os fãs por nos apoiarem!

A banda se apresenta dia 20 de Janeiro na Impact Muang Thong Thani Arena em Bangkok, na Tailândia, na pequena passagem da turnê pelo sudeste asiático.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s